quarta-feira, 26 de junho de 2013

Playlist #5: Michael Jackson

"Gosto de criancinhas, e como!"

Dois posts seguidos especialmente pra vocês, coisa difícil de acontecer por aqui, Playlist em edição especial (por um bom motivo), infelizmente pra vocês, eu sei, mas se eu não o fizesse ficaria com a consciência pesada, sei disso, não sei o porquê, eu sou estranha.

Hoje faz quatro anos que nós perdemos um dos maiores artista de todos os tempos. Um homem/mulher/criança/hetero/homo/trava/preto/branco/sexuado/assexuado. Meio impossível definir, ele é o Michael Jackson e isso basta.

Pra vocês então, uma Playlist das minhas 11 músicas preferidas do Rei Roberto Carlos.

11 - Heal The World


Poucas coisas são tão lindas quanto essa letra, antes de entrar na melodia, há uma introdução, em que uma criança pede: "Pense nas futuras gerações e diga que você quer fazer um lugar melhor para uma criança. Assim elas saberão que terão um mundo novo para viver".

10 - Billie Jean


Ao contrário da maioria, que eu acho que começou a conhecer o trabalho do Michael por Thriller, a primeira música que eu “conheci” foi Billie Jean, e acho sinceramente que Billie Jean é uma pessoa real. Julguem-me, mas também ao contrário da maioria, não gosto da versão do Chris Cornell, porque eu acho que tirou toda a coisa legal da música que é o ritmo, acho na verdade que não gosto de nenhum dos covers dessa música.

9 - They Don’t Care About Us

“Michael, Michael, eles não ligam pra gente” kkk, desculpa, acho essa parte engraçada, tenho distúrbios mentais. 

They Don’t Care About Us é a coisa mais linda do mundo, a melodia é muito alucinante com centenas de instrumentos de percussão e palmas em ritmo militar, pode chamar de patriotismo, mas eu acho o clipe gravado aqui no Brasil (tem uma versão gravada numa prisão) muito bonito, sem falar que deve ter sido um sufoco pros policias segurarem o riso com o Michael dançando na frente deles hahaha, The Queen's House é pinto (alagoanos entenderão essa gíria). Os batuques do Olodum deram uma cara muito brasileira pra música, que tem uma letra muito foda, é um hino contra as injustiças sociais. “Tudo o que eu quero dizer é que eles realmente não ligam pra gente.”

8 - You Are Not Alone


Essa música deveria dispensar comentários, cara, a letra dessa música só tem uma definição: perfeita. O clipe, ele cantando num teatro pra uma plateia vazia, diz tudo pra alguém que não tenha entendido a letra, o momento, tudo, You are not alone é simplesmente incrível.

7 - Smooth Criminal


Se você não sente vontade de dançar, nem se balança o mínimo que seja ouvindo Smooth Criminal você tem algum problema. Acho o clipe muito engraçado, eu acho graça em qualquer coisa, me entendam, e adoro porque é muito daora ver aquela coreografia. Depois de 10 minutos ao ouvir, ainda fico com “Annie are you ok? so, Annie are you ok? are you ok, Annie?” na cabeça. E pra quem não sabe, "Smooth Criminal" é parte do filme Moonwalker.

6 - Thriller


Não apenas Thriller tem uma versão estendida, mas outros clipes de Michael também, como Bad, no entanto Thriller é a minha preferida, tem um gosto especial, pois contém tantos recordes e claro está na minha infância e na de muitas outras pessoas. Vai dizer que você não balança a cabeça igual aos zumbis quando tá tocando? Tá, pode ser que não... mas eu sim. Pensei em contar o enredo do clipe, mas não precisa né? Todo mundo conhece. Enfim, Thriller é uma das melhores coisas que eu já vi na vida, junto com pizza de frango e catupiry.

5 - Beat It


Vai dizer que você não cantava “Pireee, pireee” quando era criança, hein? É pode ser que não, também, mas eu sim. O clipe é muito legal, meus clipes preferidos do Michel são os que têm coreografia, e Beat It tem nada mais, nada menos que a participação de Eddie Van Halen, e o resultado é um solo de guitarra feérico entre os minutos 2:48 e 3:19.

4 - Man in the mirror


A letra fala que a mudança que queremos ver no mundo tem que começar por nós mesmos, bem clichê, mas não deixa de ser bonito. Existem duas versões do vídeo, uma apresentada no filme Moonwalker, que é uma versão estendida ao vivo, e a outra versão apresenta momentos históricos e personalidades importantes da história mundial, como Martin Luther King e John Lennon.

3 - I’ll Be There


I’ll be there marca muito minha infância, porque Sandy e Júnior fizeram uma versão em português, e eu era a criança fã Nº 1 de Sandy e Júnior, desde então eu demorei pra saber que a música na verdade era dele... na verdade, a música é do grupo Jackson 5, que na minha opinião é a fase mais legal do Rei Elvis Presley porque eu sou apaixonada pela versão mirim, sem escândalos, e com aquela voz visceral.

2 - Black or White


Sim, Black or White é sobre a mudança da cor da pele do Rei Leão, na versão estendida, no final do vídeo passam várias pessoas de várias raças se transformando, terminada a canção, uma pantera sai dos estúdios, depois disso a pantera se transforma no Rei Arthur e segue uma sequência passada em um beco escuro, onde Michael realiza uns passos de dança e destrói mensagens racistas pichadas num carro e nas ruas. Por fim, ele vira novamente uma pantera e foge. No final mostra o Bart dos Simpsons como fâ de Michael Jackson assistindo o clipe.

1 - The Way You Make Me Feel


The way you make me feel, minha preferida. O clipe mostra Michael perseguindo uma mulher por uma rua escura. Durante o vídeo, além de cantar a música, faz uma sequência de danças. Eu simplesmente adoro essa música/clipe, acho a voz dele divina, e sou apaixonada pelos gritinhos do começo hee hee ooh go on girl! Hahahha

Grande Michael, na infância.